Oculus Quest ganha multitarefa e transmissão sem fio para fone de ouvido

O Facebook lançou uma atualização para os fones de ouvido Oculus Quest e Quest 2 VR. O update traz a tão pedida interface multitarefa para o Infinite Office.

Com a novidade, será possível colocar vários aplicativos lado a lado, incluindo o navegador, Oculus TV e a loja digital, por exemplo.

Como muitos novos recursos do aparelho de realidade virtual, a atualização será encontrada dentro da seção “Experimental”, na área de configurações.

Depois que a função multitarefa estiver ativada, os apps poderão ser arrastados da barra de menus ou da biblioteca e colocados na posição desejada.

A atualização também ativa o Air Link para o Quest Oculus original e permite que os donos do fone de ouvido transmitam jogos de realidade virtual do PC para o dispositivo sem a necessidade de fio.

O Facebook explica que a atualização pode não chegar ao fone de ouvido imediatamente “devido ao processo de implementação escalonado”, mas garante que chegará em todos os aparelhos “em breve”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Oculus Quest ganha multitarefa e transmissão sem fio para fone de ouvido apareceu primeiro em Olhar Digital.

Novo golpe do Pix: mensagem no WhatsApp alerta sobre fraude

Recentemente, começou a circular no aplicativo do WhatsApp uma mensagem detalhando um possível novo golpe. Os golpistas estariam utilizando o serviço do Pix para tentar enganar as pessoas.

O esquema funciona da seguinte forma: o golpista aciona outra pessoa pelo aplicativo, diz que errou e fez um pagamento agendado para a conta da vítima. Depois, o criminoso pede para a pessoa que supostamente recebeu o valor devolver a quantia.

“Minha colega na hora ficou tão aflita devido ao desespero da pessoa que quase transferiu, mas ainda bem que estávamos com ela, pois tinha um grande detalhe: o PIX agendado para o dia 15, no caso, ia cair hoje (sic)”, aparece no trecho da mensagem que circula no WhatsApp.

Segundo a publicação viral, eles pediram que a vítima esperasse com que o dinheiro efetivamente caísse na conta, o que não aconteceu até o término do dia. No final, o suposto golpista bloqueou a vítima no WhatsApp.

Essa história se encaixa na característica do PIX agendado, assim como narrado na história. De acordo com uma nota enviada pelo Banco Central do Brasil (Bacen), nem todas as instituições financeiras oferecem o serviço atualmente, mas ele passará a ser obrigatório a partir de 1º de setembro.

A ferramenta funciona como se fosse um boleto bancário e permite o agendamento para pagamentos futuros e pode ser utilizado a partir das chaves PIX, como o CPF e o número de celular.

De acordo com o Bacen, o que gera convencimento no suposto golpe relatado pelo aplicativo de mensagens é que após o agendamento, “a transação fica retida na sua instituição financeira e não constará no extrato do beneficiário da transferência”.

Assim, só é possível verificar que um Pix cobrança foi realizado depois que o valor foi efetivamente transferido, o que contraria a narrativa da mensagem do WhatsApp.

Outro ponto levantado é que sempre que uma transferência via Pix é realizada, o beneficiário recebe uma notificação em seu aparelho celular. “Se não recebeu a notificação, já é um indício de que não houve transação”, pontuou a instituição.

Por isso, há as as seguintes orientações à população:

não clicar em links enviados por SMS, e-mail ou aplicativos de mensagem de texto;não compartilhar senhas de acesso aos canais de atendimento da instituição;não atender telefonemas nem trocar mensagens com pessoas que se dizem funcionárias da instituição detentora da sua conta;não navegar em sites suspeitos;não baixar aplicativos diferentes do oficial da instituição detentora da sua conta.

Além disso, a instituição esclareceu que está adotando várias medidas para ampliar a conscientização dos brasileiros sobre como evitar golpes e que o Pix conta com os “motores antifraudes”. Isso permite “identificar transações atípicas, fora do perfil do usuário, bloqueando para análise as transações suspeitas por até 30 minutos, durante o dia, ou 60 minutos à noite, rejeitando aquelas que não se confirmarem uma transação segura”.

Leia mais:

LinkedIn vai demitir 960 funcionários devido à pandemia de Covid-19Embraer dispensa 2,5 mil trabalhadores de fábricas brasileirasAmazon rastreia produtividade dos trabalhadores. E os dispensa por isso

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Novo golpe do Pix: mensagem no WhatsApp alerta sobre fraude apareceu primeiro em Olhar Digital.

SpaceX: Elon Musk quer usar Starship SN16 em teste hipersônico

A Starship SN16, protótipo de nave espacial da SpaceX, ainda pode ter mais um voo para fazer. Mais especificamente, um teste de voo hipersônico, segundo o CEO da empresa, Elon Musk.

Recentemente, diversos sites e vários usuários das redes sociais registraram o transporte do foguete para uma estrutura de armazenamento que é uma espécie de “retiro” para os artefatos tecnológicos que não serão mais usados.

Musk, respondeu, via Twitter, a um desses canais. E citou um teste hipersônico como uma das viagens que o protótipo ainda “pode” fazer. Se as palavras do bilionário se confirmarem, a SpaceX vai explorar um espaço desconhecido para um modelo Starship.

Até hoje, nenhum de seus protótipos foi além de algumas centenas de quilômetros por hora de velocidade durante as fases de ascensão (ou seja, empurrada pelos motores durante a subida).

Mais além, a velocidade máxima possível para a embarcação só teria sido atingida durante o momento de queda livre, após atingir a órbita da Terra (ou seja, puxada pela força gravitacional, sem motores ligados).

Diante deste quadro, usar o protótipo para testar – e, com sorte, atingir – velocidades hipersônicas seria algo inédito para a SpaceX. Não são muitas as embarcações capazes de chegar neste volume.

Para se atingir a velocidade hipersônica, a embarcação deve ser construída de forma diferente dos métodos comuns e usar materiais como como níquel resfriado ou titânio, para resistir a temperaturas mais altas ou choques súbitos de alto padrão. Afinal, “velocidade hipersônica” é aquela que supera em grande escala a velocidade do som.

Elon Musk, não ofereceu nenhuma previsão para usar a Starship SN16 em qualquer teste hipersônico. Então, por ora, tudo fica no universo de possibilidades não confirmadas da SpaceX.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post SpaceX: Elon Musk quer usar Starship SN16 em teste hipersônico apareceu primeiro em Olhar Digital.

Órgãos artificiais: Nasa premia projeto de bioimpressão em 3D

Segundo o portal Organdonor, 17 pessoas morrem por dia nos Estados Unidos à espera de um transplante. Para mudar este cenário no futuro, a Nasa anunciou o ‘Vascular Tissue Challenge’, uma competição que pretende acelerar a pesquisa sobre a produção de órgãos artificiais.

O desafio exigia que os pesquisadores criassem tecidos de órgãos humanos que pudessem “sobreviver” por pelo menos trinta dias.

A equipe vencedora usou técnicas de impressão 3D para produzir um tecido hepático em laboratório.

Além do prêmio de 300 mil dólares, o time que ficou em primeiro lugar no desafio vai ter a oportunidade de enviar a pesquisa para a Estação Espacial Internacional, onde estudos similares já ocorreram.

Embora ainda seja difícil estimar um prazo para que os astronautas possam começar a implantar e produzir tecidos artificiais, a rápida evolução da bioimpressão em 3D começa a abrir essas possibilidades.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Órgãos artificiais: Nasa premia projeto de bioimpressão em 3D apareceu primeiro em Olhar Digital.

Unhas inteligentes: microchip sob o esmalte “conecta” clientes de salão em Dubai

Os dispositivos prometem substituir cartões de visitas, podendo ser programados com a informação que a cliente quiser, como nome, número de telefone, links para redes sociais ou páginas web.

As “unhas inteligentes” podem ser lidas e regravadas com um smartphone comum que tenha suporte a NFC, tecnologia cada vez mais comum em aparelhos Android e iPhones.

Etiquetas NFC funcionam sem uma fonte de energia conectada a eles, já que se alimentam dos próprios sinais de rádio emitidos durante a comunicação com um celular.

É a mesma tecnologia que possibilita sistemas de pagamento como o Apple Pay ou o Google Pay.

Os chips colados à unha são pequenos: têm apenas 5 x 5 mm. E, depois de aplicados, não ficam aparentes, já que é possível aplicar esmalte por cima normalmente.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Unhas inteligentes: microchip sob o esmalte “conecta” clientes de salão em Dubai apareceu primeiro em Olhar Digital.

Energia limpa: Maior ímã do mundo vai ser usado em reator de fusão nuclear na França

O imã mais poderoso do mundo está a caminho da França, para ser usado em um projeto de energia por fusão que, se der certo, pode resolver um dos maiores quebra-cabeças da física moderna: usar a fusão atômica para conseguir mais energia do que se consome no processo de produção.

A peça de aproximadamente mil toneladas, que vai ser usada para gerar campos eletromagnéticos controlados foi desmontado na Califórnia, e está sendo transportado em partes para o projeto ITER, um mega reator localizado na França. Quando remontado, o imã vai ter pouco mais de 18 metros de altura e quase quatro metros de largura, podendo gerar um campo magnético 280 mil vezes maior que o campo natural da Terra.

O processo de fusão para geração de energia é relativamente simples de se entender: basicamente, você funde átomos de hidrogênio até que virem átomos de hélio. Esse processo gera uma quantidade absurda de energia, que por sua vez pode ser usada para gerar eletricidade.

Mas até agora esse processo gasta muito mais energia para ser conduzido do que o resultado que ele entrega.

A expectativa é que o ITER inverta esse problema por completo oferecendo algo muito próximo da “energia ilimitada”, com produção de lixo nuclear reduzida, ou até completamente anulada.

É importante ressaltar que ainda estamos bem longe desse objetivo: a primeira geração de “plasma” deve ser atingida ao final de 2025, e a operação do reator a todo vapor deve começar cerca de uma década depois disso.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Energia limpa: Maior ímã do mundo vai ser usado em reator de fusão nuclear na França apareceu primeiro em Olhar Digital.

Earth 300: embarcação movida a energia nuclear vai investigar mudanças climáticas

O Earth 300 vai ser um iate gigantesco com mais de 300 metros, superando o tamanho do tão famoso Titanic. A embarcação movida a energia nuclear será usada para exploração científica, com a missão de investigar as mudanças climáticas.

O superiate, que pode abrigar até 365 passageiros, foi projetado pelo arquiteto naval Iván Salas Jefferson. O gigante tecnológico vai ter 22 laboratórios de última geração, uma estrutura esférica com 13 andares em seu topo, um heliporto na proa e uma série de veículos subaquáticos para exploração marinha.

A embarcação vai ser construída com um sistema que incorpora robótica, inteligência artificial e computação quântica. Características que explicam o preço, que deve variar entre 500 e 700 milhões de dólares, algo em torno de 2,5 e 3,5 bilhões de reais.

Além das diversas características surpreendentes, o Earth 300 utiliza uma tecnologia de reator de sal fundido desenvolvida pela TerraPower, empresa fundada por Bill Gates. Utilizando essa ferramenta, é possível que o iate gere energia com emissão zero.

O projeto tem previsão de lançamento para 2025 e foi financiado por empresas como IBM, Triton Submarines, EYOS Expeditions e RINA.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Earth 300: embarcação movida a energia nuclear vai investigar mudanças climáticas apareceu primeiro em Olhar Digital.

Ministério Público deve priorizar investigações originadas de CPIs, decide STF

A norma foi questionada na Corte pela Procuradoria-Geral da República (PGR) em 2015 Por unanimidade, o Supremo Tribunal Federal (STF) declarou a constitucionalidade de uma lei que obriga o Ministério Público (MP) a priorizar investigações originadas de Comissões Parlamentares de Inquérito (CPIs).
Matéria exclusiva para assinantes. Para ter acesso completo, acesse o link da matéria e faça o seu cadastro.

Assembleia Geral da ONU aprova resolução condenando golpe em Mianmar

Texto foi aprovado por 119 nações, enquanto outras 36 se abstiveram, incluindo a China – principal apoiador de Mianmar – e a Rússia A Assembleia Geral da ONU aprovou nesta sexta-feira (18) uma resolução não vinculativa condenando o golpe em Mianmar e apelando a “todos os Estados-membros que impeçam o fluxo de armas” para o país.

O texto também exorta as Forças Armadas birmanesas a libertar presos políticos, incluindo a líder civil deposta em fevereiro, Aung San Suu Kyi.

“O risco de uma guerra civil em larga escala é real”, disse a enviada especial da ONU a Mianmar, Christine Schraner Burgener, após a votação. “A oportunidade de reverter o golpe militar está se esgotando.”

O texto foi aprovado por 119 nações, enquanto outras 36 se abstiveram, incluindo a China – principal apoiador de Mianmar – e a Rússia.

Só Belarus votou contra, o que impediu a aprovação por consenso da resolução, como pretendiam os seus autores, e impôs uma votação pública, em que todos os 193 países da ONU foram obrigados a revelar sua escolha.

Dos dez integrantes da Associação das Nações do Sudeste Asiático (Asean) que participaram da negociação do texto, iniciada por Liechtenstein, apenas quatro se abstiveram: Brunei (atual presidente da associação), Camboja, Laos e Tailândia.

Mianmar, representada pelo embaixador Kyaw Moe Tun, destituído após o golpe de fevereiro, mas ainda no cargo, paradoxalmente votou a favor do texto.

A Assembleia Geral da ONU raramente adota resoluções condenando golpes militares.

“Esta é a condenação mais ampla e universal da situação em Mianmar até hoje”, disse o embaixador da União Europeia (UE) na ONU, Olof Skoog.

“A UE está orgulhosa da resolução que acaba de ser aprovada pela Assembleia Geral das Nações Unidas. Ela envia uma mensagem forte e poderosa. Deslegitima a junta militar, condena os abusos e a violência contra o seu próprio povo e mostra o seu isolamento aos olhos do mundo”, acrescentou.

Porsche cria músicas personalizadas com base no estilo de direção do motorista

A Porsche está desenvolvendo um sistema que cria músicas de forma personalizada. A tecnologia se baseia no estilo de direção do motorista.

O projeto, chamado ‘Soundtrack My Life’, funciona como um jogo, aumentando e diminuindo a intensidade das composições originais dependendo da aceleração, velocidade e forças centrífugas do carro.

Em termos práticos: o sistema analisa com que velocidade o condutor dirige e com que força acelera e freia. Depois que o motorista reduz a velocidade ou para, a música diminui o ritmo para corresponder da mesma forma.

Segundo a Porsche, a ideia não é substituir as plataformas de streaming dentro dos carros, mas oferecer uma outra opção musical durante as viagens.

Por ora, ‘Soundtrack My Life’ está em fase experimental e a fabricante ainda não decidiu se vai, de fato, produzir o sistema comercialmente.

No entanto, a montadora afirma que está “atualmente testando a tecnologia nos veículos” para ver se é possível “criar uma experiência de imersão geral”.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post Porsche cria músicas personalizadas com base no estilo de direção do motorista apareceu primeiro em Olhar Digital.