SpaceX: Elon Musk quer usar Starship SN16 em teste hipersônico

A Starship SN16, protótipo de nave espacial da SpaceX, ainda pode ter mais um voo para fazer. Mais especificamente, um teste de voo hipersônico, segundo o CEO da empresa, Elon Musk.

Recentemente, diversos sites e vários usuários das redes sociais registraram o transporte do foguete para uma estrutura de armazenamento que é uma espécie de “retiro” para os artefatos tecnológicos que não serão mais usados.

Musk, respondeu, via Twitter, a um desses canais. E citou um teste hipersônico como uma das viagens que o protótipo ainda “pode” fazer. Se as palavras do bilionário se confirmarem, a SpaceX vai explorar um espaço desconhecido para um modelo Starship.

Até hoje, nenhum de seus protótipos foi além de algumas centenas de quilômetros por hora de velocidade durante as fases de ascensão (ou seja, empurrada pelos motores durante a subida).

Mais além, a velocidade máxima possível para a embarcação só teria sido atingida durante o momento de queda livre, após atingir a órbita da Terra (ou seja, puxada pela força gravitacional, sem motores ligados).

Diante deste quadro, usar o protótipo para testar – e, com sorte, atingir – velocidades hipersônicas seria algo inédito para a SpaceX. Não são muitas as embarcações capazes de chegar neste volume.

Para se atingir a velocidade hipersônica, a embarcação deve ser construída de forma diferente dos métodos comuns e usar materiais como como níquel resfriado ou titânio, para resistir a temperaturas mais altas ou choques súbitos de alto padrão. Afinal, “velocidade hipersônica” é aquela que supera em grande escala a velocidade do som.

Elon Musk, não ofereceu nenhuma previsão para usar a Starship SN16 em qualquer teste hipersônico. Então, por ora, tudo fica no universo de possibilidades não confirmadas da SpaceX.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

O post SpaceX: Elon Musk quer usar Starship SN16 em teste hipersônico apareceu primeiro em Olhar Digital.